Windows 95 completa 20 anos nesta segunda-feira

0

Há exatos 20 anos, as lojas ao redor do mundo começavam a vender a versão em caixinha do Windows 95, um marco na história da computação pessoal. O sistema operacional chegou às prateleiras no dia 24 de agosto de 1995, e a Microsoft fez questão de tornar a data um grande evento, bem diferente do lançamento mais discreto do Windows 10, no mês passado.

O que ambas as versões têm em comum, no entanto, é que ambas tiveram um grande foco no Menu Iniciar. A versão 10 trouxe de volta o clássico botão, que sofreu tanto com a versão 8, mas foi no 95 que ela realmente se estabeleceu como o centro da interface de usuário do Windows. Para reforçar isso, a Microsoft chegou a lançar o comercial abaixo, com a música “Start Me Up”, dos Rolling Stones.

O sistema trazia várias características que permanecem com o Windows até hoje, inlcuindo a primeira versão do Internet Explorer. Ele era adaptado para a internet de uma forma geral, com suporte a conexões discadas e o novo sistema de plug-and-play, facilitando a instalação de hardware. Além do botão Iniciar, o Windows ganhou a barra de tarefas e os botões de minimizar, maximizar e fechar, que se tornariam um padrão em breve.

Na época, considerando a desvalorização do dólar, o Windows era muito mais caro do que hoje, com a versão 95 chegando às lojas por US$ 210, contra US$ 120 do Windows 10 atualmente. O mundo da tecnologia também era extremamente diferente do que é nos dias de hoje.

Na ocasião, a Microsoft tinha apenas 15% do número de funcionários que tem atualmente (17.800 contra 117.354 de hoje), e também faturava muito menos, arrecadando receitas na casa de US$ 5,9 bilhões contra US$ 93,6 bilhões atualmente. Mesmo assim, a companhia já mostrava capacidade para dominar o mercado de PCs, como faz até hoje.

Fonte: Olhar Digital

Compartilhe.

Sobre o Autor