Tempo frio eleva queima de calorias em até 30% durante a prática de exercícios físicos

0

O tempo esfriou, é o inverno dando as caras e com ele aquela vontade de ficar mais tempo na cama e travar uma batalha diária para ir à academia. Mas, o que muitos não sabem é que este é o melhor período para praticar atividade física, principalmente aqueles que querem chegar com tudo no verão. É que o frio acelera o metabolismo e faz com que a queima calórica durante a prática de atividade física seja até 30% maior que no clima quente. “O resultado é válido para cada hora de exercício praticado”, explica o educador físico, Everton Farias, coordenador técnico da Hammer Fitness Club, unidade Patamares.

O aumento do gasto calórico em comparação com outras estações do ano está relacionado à maior quantidade de energia que o organismo gasta para manter o corpo aquecido quando a temperatura está mais baixa. De acordo com o educador físico, além do maior gasto calórico, que consequentemente contribui para a redução e controle do peso corpóreo, manter a rotina de atividades traz como benefícios a diminuição dos riscos de doenças cardíacas, diabetes, pressão alta e osteoporoses, aumenta a resistência muscular e estimula a produção de serotonina, o hormônio do bem estar.

Mas, os benefícios não param por aí. Segundo ele, indivíduos com alergias respiratórias e com maior propensão às doenças típicas do inverno, a exemplo de resfriados, gripes, bronquites e asmas, também podem se beneficiar da prática regular de exercícios neste período, adquirindo uma melhor qualidade de vida, já que a atividade física também beneficia o funcionamento do sistema respiratório.

Para vencer a preguiça e seguir a rotina de treinos a dica é escolher atividades que tragam prazer, seja ela musculação, corrida, futebol, dança ou qualquer outra modalidade. Mas, antes de iniciar a série de exercícios, é importante fazer um bom aquecimento ou iniciar as atividades de forma leve e moderada até chegar ao ritmo intenso. Isso, porque, no frio o risco de lesões musculares é bastante significativo, alerta Everton Farias.

Compartilhe.

Sobre o Autor