Programação Semanal Sesi Teatro e Varanda janeiro 2017

0

05/01 FILIPE LORENZO

Filipe fará duas apresentações em janeiro na Varanda do SESI. No repertório canções do disco Odisseia Baiana além de releituras de mestres da MPB e músicas de novos compositores da nossa cidade.
Apareçam!

Horário: 22 horas
Dias:  05 e 12 de Janeiro / 2017
Couvert: R$ 20,00

 

05/01 FILIPE LORENZO

Filipe fará duas apresentações em janeiro na Varanda do SESI. No repertório canções do disco Odisseia Baiana além de releituras de mestres da MPB e músicas de novos compositores da nossa cidade.
Apareçam!

06/01 ALEXANDRE LEÃO

Começou sua carreira com o pé direito aos 17 anos. Gravado por, nada menos, que Maria Bethânia. A música se chama PAIOL DO OURO (Alexandre Leão e Olival Matos) e introduziu o cantor, compositor e músico na vida profissional. Na sequência, várias de suas canções também foram interpretadas por outros artistas e POP ZEN (Alexandre Leão, Manuca Almeida e Lalado), em especial, se tornou conhecida na voz de Ivete Sangalo, da Banda Lampirônicos, da Família Caymmi e mais recentemente por Arnaldo Antunes em seu novo cd. No Cinema, Leão colaborou também com trilhas de filmes como “Se eu fosse você” (Daniel Filho) e “Falsa Loira” (Carlos Rocheibach).

Horário: 22 horas
Dias: Todas as Sextas – Feiras de NOVEMBRO de 2016
Couvert: R$ 25,00

 

07/01 SYLVIA PATRICIA

Nascida numa família de forte tradição musical de Pernambuco, e de educadores e  filólogos baianos, tocar e escrever para Sylvia Patricia foi quase um destino. Aos seis anos teve suas primeiras aulas de iniciação musical ao piano. Aos oito descobriu sua paixão quando ganhou um violão de seu pai. A partir daí não parou de se dedicar ao instrumento e aos estudos de musica.

Cantora, compositora e instrumentista, dona de um estilo único e de muita personalidade, fazendo de sua música uma mistura de Bossa Nova, Blues, Jazz e  Rock, uma fórmula de êxito que tem cativado quem a ouve pelo mundo.

Morando atualmente entre o Rio de Janeiro e Salvador, onde tem um estúdio de gravação e um selo discográfico, é também produtora musical e tem um Podcast em sua pagina web.

Horário: 22 horas
Dias:  07, 14, 21 e 28 de Janeiro / 2017
Couvert: R$ 30,00

 

09/01 SEGUNDA DO CHORINHO

O SEGUNDAS DO CHORINHO tem data, hora e local fixos. Acontece em todas as segundas-feiras de 2016, a partir das 20h, na Varanda do SESI Rio Vermelho, quando apresenta grupos e artistas que trabalhem com a genuína música brasileira, o Choro.

Uma verdadeira vitrine do choro na Bahia, com vários grupo convidados, sendo um a cada noite de segunda-feira, a exemplo do Gente do Choro, Casa Verde, Choro Novato, Choro do Uirapuru, Mandaia, Os Ingênuos, entre outros, com vários convidados especiais a cada apresentação, como Bandolla, Vitorio do Trompete, Luiza Britto, Ione Papas, Júlio Caudas, entre tantos outros.

Horário: 20 horas
Dias: Todas as Segundas – feiras de novembro / 2016
Couvert: R$ 20,00
Classificação 16 anos

 

10/01 PROJETO ROTA SONS

O #rotasons é um projeto musical desenvolvido em parceria com o SESI onde grupos/artistas do cenário local apresentam sua sonoridade. O projeto acontece semanalmente às terças-feiras na Varanda do Teatro SESI desde Abril de 2011 e desde então já foram realizadas mais de 100 apresentações circulando no espaço 61 atrações. A frente do projeto neste retorno, o músico e compósito Paulo Giron traz artistas locais do cenário independente com apresentações quinzenais.

Horário: 22 horas
Dias: Terça – Feira 29 DE NOVEMBRO de 2016
Couvert: R$ 20,00
Classificação 16 anos

 

11/01 SOM NA PRAÇA 

“Som na Praça” Uma iniciativa do conselho de Moradores do conj. ACM. (Estrada das Barreiras Cabula – I). Desde então. O Projeto não tem fins lucrativos, participação de POLITICA PARTIDÁRIA ou ÓRGÃOS PÚBLICOS e é realizando por músicos, produtores e moradores que residem na comunidade e outros Parceiros. Sempre levando a Boa Música para Praça do conjunto formando um grande encontro de amigos e Artistas do Bairro e da Cidade de Salvador, trazendo vários convidados da cena musical baiana e personalidades de todo tipo de Arte (como o grande artista visual Denis Sena) morador da comunidade e que sempre nos brinda com seus bons trabalhos, proporcionando lazer de qualidade para todos os moradores e visitantes.

Horário: 17 horas
Dias:  Todas as quartas de Janeiro / 2017
Couvert: R$ 20,00

TEATRO 

05/01 EU E ELE

Luciano Salvador Bahia e Jota Velloso

Mesmo com a existência de tantas diferenças entre pessoas, há momentos que não sabemos até onde somos nós e a partir de quando começa existir outro dentro da gente. É prazeroso tentar identificar isto, não só neste encontro musicado de Luciano Bahia e Jota Velloso, mas em todos nós; o OUTRO que nos habita. Esse OUTRO que nos fustiga diariamente questionando quem somos e o que queremos ser. E esse ELE, que não nos abandona, serve para dialogar internamente sobre nossa forma de existir. Este desconhecido vive a interferir, a sinalizar, a confundir, a elucidar.

Neste show, destes compositores, cantores e produtores, mesmo ELES tendo motivações e trajetórias musicais tão diferentes, os caminhos singulares favoreceram para que sempre estivessem ativos no meio musical do país e agora juntos neste show “ELE e EU”. A admiração artística mútua entre Luciano e Jota é a base desse encontro, porém o céu da amizade é a luz que ilumina a harmonia necessária para que isto seja possível.

No show “ELE e EU”, ELES irão apresentar suas músicas gravadas por outros intérpretes e canções inéditas. Somado a este repertório autoral, ELES também cantarão músicas de outros autores que influenciam seus trabalhos, sempre caminhando pelo elo profundo da diversidade e criatividade da música brasileira.

O show contará com a musicalidade reconhecida de Jelber Oliveira, com a criatividade cenográfica de Vinícius d’ABoca, a direção artística sensível de Mazzo Guimarães e a produção competente e amorosa de Rebeca Castro.

“Querer saber de mim, não precisa”, pois “o mais importante em mim é o que eu

não conheço”

Horário: 20 horas
Dias: 05, 19 e 26 de Janeiro / 2017
Ingressos:  R$ Inteira 30,00 e Meia 15,00

 

07/01 GODÓ

“…Um dia Godó estava brincando com seu amigo invisível Biziu e a sua melhor amiga, a galinha Zenáide, no fundo da casa onde ele morava. O sol estava a pino. De repente eles vêm uma revoada de vagalumes na beira do riacho. Godó fica intrigado, pois nunca havia visto um vagalume de dia. Ele então consegue pegar um e levar para dar de presente para a sua mãe. Este vagalume mudará totalmente a vida deles…”

“Godó, o mensageiro do Vale” é uma ficção inspirada numa história que aconteceu no Vale do Pati, entre os anos de 1937 a 1985, Chapada Diamantina Bahia, onde na época viviam duas mil famílias. Um decreto federal do governo de Getúlio Vargas, proibiu o cultivo do café na região e essas famílias foram obrigadas a abandonarem suas terras, dando lugar a uma reserva ecológica. Hoje no local vivem somente oito famílias, e esta ficção narra a história de uma delas, a família de D. Dalzija e seu filho Jáiso, carinhosamente conhecido com Godó devido ao seu gosto pela comida típica da região chamada “godó”, um purê de banana verde. Godó, filho único, nove anos de idade, tinha uma galinha de estimação, que se chamava Zenaíde e também um amigo invisível, fruto da sua imaginação chamado Biziu.

O espetáculo Godó, o mensageiro do Vale é o resultado de uma pesquisa realizada pelo ator e produtor Caco Monteiro, sobre a história no Vale do Paty, na região da Chapada Diamantina no coração do Estado da Bahia entre os anos 2000 e 2014.

O espetáculo é um monólogo, onde o ator Caco Monteiro, interpreta o personagem Godó aos 90 anos de idade, narrando sua história através de flashback, em que ele interpreta também a sua mãe, seu pai, sua galinha Zenáide e ele aos 9 anos de idade.

Conhecido internacionalmente pela direção de diversos espetáculos do grupo teatral português Chapitô; Édipo, Drácula, O Grande Criador, dentre outros sucessos, o diretor inglês John Mowat foi convidado para ser o diretor de “Godó, o mensageiro do Vale”, pelo seu trabalho desenvolvido com o Teatro Fisico Visual.

A iluminação do espetáculo é de Jorginho de Carvalho, a trilha original do espetáculo é de Leco Brasileiro e preparação corporal de Thais Bandeira.

Horário: 20 horas
Dias: 07 de Janeiro / 2017
Ingressos: convidados

 

10/01 PARA ALÉM DOS SEIOS

Documentário, 75min. Brasil. 2016.

Sinopse:

PARA ALÉM DOS SEIOS parte do seio enquanto significante do feminino, para problematizar as relações com o corpo e o gênero na contemporaneidade, através de assuntos como mastectomia, transgêneros, assédio e violências contra a mulher, feminismo, marcha das vadias, sexualização do feminino e ditadura da imagem, cirurgias estéticas, amamentação, entre outros, buscando o empoderamento da mulher, a tolerância e o respeito ao outro, trazendo à tona discussões atuais como aborto, liberação da maconha e seu uso medicinal, a teoria queer, uma visão crítica das representações midiáticas, a opressão das ideologias religiosas sobre os corpos e tantas outras necessárias ao nosso tempo.

Elenco Principal – Ivana Chastinet, Viviane Vergueiro, Ednilson Sacramento, Sandra Muñoz, Isaura Tupiniquim, Bento Chastinet, Brisa Morena, Geraldo Cohen, Jamile Barbosa, Bia Ferreira, Ellen de Paula, Ricardo Alvarenga.

Horário: 20 horas
Dias: 10 de Janeiro / 2017
Ingressos: R$ 20,00 inteira 10,00 meia

 

11/01 NA BATUCADA DA VIDA

“Na Batucada da Vida” é o nome do novo show da cantora, compositora e pesquisadora Juliana Ribeiro, uma homenagem declarada à obra de um dos maiores compositores brasileiros: Ary Barroso. Para o vôo musical, ela escolheu o gabaritado ator/diretor e pianista clássico Fernando Marinho. Juntos, eles sobem ao palco do Teatro Gregório de Matos nos próximos dias 25 de outubro e 2 de dezembro, às 19:30 horas. A direção do espetáculo também leva a assinatura de Fernando Marinho

É a primeira vez que Juliana Ribeiro assume uma interpretação no formato voz, piano e percussão, esta última executada por ela mesma.  “Montar um espetáculo piano e voz traz à tona a relação de Ary Barroso com este instrumento desde a sua tenra infância. Por mais que tocasse flauta, violão e percussão, suas composições nasceram da sua relação com o piano”, relembra ela.

A inspiração para este atual trabalho nasceu do encantamento com a canção “Pra machucar meu coração” (1943), que impactou Juliana em 2005, quando ainda estudava na UNICAMP/SP. De lá para cá a vontade de montar um show homenageando Ary Barroso só ganhou força, até encontrar o ator/pianista Fernando Marinho, que aceitou o convite de imediato.

A diversidade da obra deste compositor mineiro, que amava a Bahia e morava no Rio de Janeiro, é um dos pontos fortes do show, que trará suas modas de viola, cantigas de roça, marchinhas carnavalescas, valsas, xotes, maxixes e, é claro, seus sambas-exaltação.

A proposta de “Na Batucada da Vida” é fazer releituras contemporâneas do cancioneiro de Ary. “Nossa ideia é reinterpretar a obra de Ary com base nas nossas vivências, no que a cidade nos oferece. Os arranjos trazem o samba urbano, a salsa e até a sofrência num canto de arrocha”, revela a artista, feliz com o resultado.

No repertório, o público poderá apreciar “Rancho Fundo”(1931) parceria com Lamartine Babo,  o bolero “Risque” (1952) , o teatro de revista  “ Boneca de Pixe” (1938), além das antológicas “Aquarela do Brasil”(1939) e “Sandália de Prata”(1941), que criaram o sub-gênero samba-exaltação, internacionalizando o nome do Brasil através da canção.

Horário: 20h
Dias: 04, 11, 18 e 25 de Janeiro/ 2017
Ingressos: R$ Inteira 40,00 Meia 20,00
 
Compartilhe.

Sobre o Autor