Resenha do filme: Operação Big Hero

0

Tecnologia é a palavra que descreve o filme “Operação Big Hero”, Hiro Hamada apenas um garotinho de 13 anos, um gênio da robótica que constrói robôs para luta de rua ilegais.

Contextualizando a história

Hiro Hamada, um verdadeiro gênio reluta a se inserir no mundo universitário, até que seu irmão, Tadashi, o convence após levá-lo até a faculdade de ciência, nesse momento Hiro se ver desafiado pelos outros nerds, e então resolve aceitar a proposta da faculdade e faz um super projeto. Durante esse período Hiro conhece o Baymax, um adorável robô inflável, criado por Tadashi como um tipo de assistente médico pessoal.

Na academia, Hiro também é apresentado à turma de Tadashi: Fred (um doidão fã de monstros de filmes B), Go Go Tomago (japonesa durona e atlética), Wasabi (rastafári boa- praça com predileção por lâminas) e Honey Lemon (a nerdzinha fera em química).

Como toda boa história de super-herói, precisamos de um vilão, então uma verdadeira tragédia acontece na faculdade, e a partir daí cria-se a motivação do nosso pequeno herói.

Depois de vários acontecimentos Hiro resolve ir atrás do malfeitor em busca de justiça, para isso ele reprograma seu amigo o Baymax, ensinando-o golpe defesas pessoais, karatê, judô, e cria uma super armadura de combate.

A Resenha

O filme se passa num universo alternativo ao nosso na cidade de São Francistokyo, a junção da ensolarada e litorânea cidade americana de São Francisco e a tecnológica capital do Japão, Tokyo.

“Operação Big Hero”, é um filme muito bem feito, que segue uma linha eletrizante do início ao fim, o humor dos personagens, as piadas, situações diferentes que nossos heróis enfrentam, até uma sobre o crescimentos do pelos pubianos contada de uma forma bem hilária.

O filme é uma animação dirigida pela dupla Don Hall e Chris Williams, que consegue entreter seu público e passar lições de vida como sentimentos de amizade, trabalho em equipe, cooperação e amor ao próximo.

E como todo bom filme da Marvel, após os créditos final tem  uma cena cômica com uma participação mais do que especial.

Por: Fabiana Santos

Nota: 10

Compartilhe.

Sobre o Autor