Espetáculo O Amor Perdoa Tudo, Inclusive O Casamento

0

O premiado autor de 26 livros, o múltiplo artista Fabrício Carpinejar dá o start agora em sua carreira como dramaturgo na comédia ‘O AMOR PERDOA TUDO, INCLUSIVE O CASAMENTO’, baseada no seu livro ‘Ai Meu Deus, Ai Meu Jesus – Crônicas de Amor e Sexo’ de 2012.

O texto adaptado pelo próprio autor, em parceria com a roteirista Cláudia Tajes  é estrelado pelos atores ALEXANDRA RICHTER, MOUHAMED HARFOUCH e MARCELO AQUINO, sob direção de ARY COSLOV, se apresenta pela primeira vez em Salvador dias 16, 17 e 18 de Setembro no Teatro ISBA pelo projeto Catálogo Brasileiro de Teatro.

O espetáculo mostra o universo do casamento e joga uma pedra em clichês que tentam macular a “sagrada instituição”. O roteiro é roupa de cama: colcha, lençol e fronha de palavras. Preenchendo os vazios da cama, moldando as performances, detalhando os sentimentos, cobrindo e descobrindo o sexo. O encontro dos amantes, a euforia do início do casamento, a negação do amor.

Ao dissecar a natureza da alma feminina, Carpinejar escancara a porta do quarto sem pudores, sem medo de se entregar e de ser visto. O que importa é aquele momento, seus desdobramentos, motivos e inquietações.

Alexandra Richter, dona de beleza e humor sofisticados, aposta novamente na comédia romântica, depois do sucesso de ‘A história de nós dois’; dessa vez ao lado de Mohamed Harfouch, que se destacou recentemente no musical ‘É tudo ou Nada’.

Ary Coslov molda a cena com a experiência de quem está no palco desde ‘O Grande Teatro’ da TV Tupi, com Sergio Britto e Fernando Torres, Ary contabiliza 16 peças que levam a sua assinatura na direção, entre elas, ‘Traição’, de Harold Pinter, quando ganhou os prêmios Shell e APTR.

“Sexo com intimidade é altamente arrebatador. Desejar diferentemente sempre a mesma mulher é bem melhor do que desejar do mesmo jeito mulheres diferentes”, diz Carpinejar para quem “liberdade na vida é ter um amor para se perder”.

“Uma mulher não deseja um homem previsível. É mentira. Busca alguém que inspire confiança e segurança, que possa contar e guardar segredos, que saiba o que esperar dele para se desesperar por ele. Um homem que ela tenha certeza que estará junto diante das mais fortes incertezas. A verdade é que a mulher procura um homem previsível, mas intenso.”

“As mulheres queimaram a calcinha, o sutiã, Os homens incineraram os pijamas listrados. Não há mais nenhuma revolução sexual, depois do anticoncepcional e da pilúla azul, a impressão é que os tabus foram superados”, completa o autor.  

“O AMOR PERDOA TUDO, INCLUSIVE O CASAMENTO” integra o projeto Catálogo Brasileiro de Teatro 17ª Edição, uma iniciativa da Fred Soares Produções, com patrocínio da Lojas Renner, Booking.com, Porto Seguro e Shopping da Bahia, através da Lei Rouanet de Incentivo a Cultura, promovendo a formação de plateia e estimulando a cultura das artes cênicas em salvador, sendo considerando o maior projeto de circulação teatral do país.

Projeto CATÁLOGO BRASILEIRO DE TEATRO | 17ª EDIÇÃO

Espetáculo: O AMOR PERDOA TUDO, INCLUSIVE O CASAMENTO

Texto: Fabrício Carpinejar

Adaptação: Fabrício Carpinejar e Cláudia Tajes

Direção: Ary Coslov

Elenco: Alexandra Richter, Mouhamed Harfouch e Marcelo Aquino

Duração: 90 minutos
Classificação: 16 anos  

SERVIÇO

16, 17 e 18 de Setembro

Local: Teatro ISBA
Horário: Sexta e Sábado – 21h | Domingo – 20h
Telefone: (71) 4009-3622

 VALORES
R$ 70,00/35,00 (sexta)

R$ 80,00/40,00 (sábado)

R$ 80,00/40,00 (domingo). 

Para este espetáculo, a venda de ingressos na bilheteria do Teatro são realizadas exclusivamente em espécie. Não sendo aceito cartões de débito e crédito.

VENDAS

Bilheteria do Teatro: (71) 4009.3622 (Terça a Quinta das 14h às 19h; (Sexta, Sábado e Domingo das 15h às 20h, ou o horário do espetáculo)
Pela internet: compreingressos.com/catalogodeteatro

Por telefone:  (71) 2626.0032.

REGRAS PARA MEIA-ENTRADA 

Estudantes (Com Carteira de Identificação Estudantil)
Pessoas com deficiência, inclusive seu acompanhante quando necessário.
Idosos e Terceira Idade (Cartão de Aposentado ou RG para maiores de 60 anos)
Jovens  com idade de 15 a 29 anos de baixa renda inscritos no Cadastro Único Para Programas Sociais do Governo Federal (Mediante a apresentação da Identidade Jovem, acompanhada de documento de  identificação com foto expedido por órgão público e válido em todo o território nacional). 

O direito ao benefício da meia-entrada é assegurado em 40% (quarenta por cento) do total dos ingressos disponíveis para cada evento

Compartilhe.

Sobre o Autor