Casa do Vigilante repudia demissões propostas pelo governador Rui Costa

0

Mediante decisão do Governo do Estado da Bahia – que visa a demissão de 3.300 vigilantes atuantes em escolas estaduais já neste dia 1º de julho – a Associação Casa do Vigilante repudia este ato insensível e irreparável do governador Rui Costa.

Mesmo alegando cortes financeiros, é notório que a presença desses profissionais nas unidades escolares afugenta a criminalidade, garantindo a segurança de alunos e corpo docente, tornando-se imprescindível a necessidade desse investimento.

O plano do governador prevê esse tipo de segurança apenas para municípios com mais de 100 mil habitantes, o que corresponde a apenas 18 localidades de 417. Já especificamente com relação a Salvador – capital do Estado – os vigilantes serão substituídos por câmeras de segurança. Vale ressaltar, que esse tipo de equipamento não inibe a presença de criminosos e atos ilícitos dentro das escolas, sendo, inclusive, roubados e depredados.

Dessa forma a Associação Casa dos Vigilantes pede o apoio da imprensa e sociedade civil para conscientizar a população da necessidade de que seja garantida a segurança de alunos e professores nas escolas do Estado da Bahia.

Manifestação

A entidade aproveita ainda para informar que amanhã, 30/06, às 9h, haverá uma manifestação organizada pelo Sindvigilante em frente a SEC – Secretaria de Educação, no Centro Administrativo da Bahia (CAB). Na ocasião, haverá a presença de sindicalizados e famílias dos profissionais que estão à beira da demissão.

O governador Rui Costa não pode, deliberadamente, desconsiderar a vida dessas pessoas que precisam desta renda, muito menos deixar à mercê da criminalidade pessoas de bem das comunidades escolares.

Foto: Bocão News

Compartilhe.

Sobre o Autor