A Estrada 47 (Em Cartaz)

0

Na Segunda Guerra Mundial, o Brasil era aliado dos Estados Unidos, Inglaterra e França. Na época, foram encaminhados mais de 25 mil soldados da FEB (Força Expedicionária Brasileira) para combater os inimigos, representados pelo Eixo: Alemanha, Itália e Japão.

Quase todos de origem pobre e, em sua maioria, despreparados para o combate, os pracinhas tiveram que aprender na prática a lutar pela sobrevivência.

Depois de sofrerem um ataque de pânico coletivo, no sopé do Monte Castelo, os soldados Guimarães (Daniel de Oliveira), Tenente (Julio Andrade), Piauí (Francisco Gaspar) e Laurindo (Thogum) tentam descer a montanha, mas acabam se perdendo um do outros.

Quando conseguem se reencontrar, precisam decidir se retornam para o batalhão e correm o risco de enfrentar a Corte Marcial por abandono de posto, ou voltam para a posição da noite anterior e se arriscam a enfrentar um ataque surpresa do inimigo.

É quando conhecem o jornalista Rui (Ivo Canelas), que conta sobre um campo minado ativo e eles acham ser essa a chance de se redimirem da mancada que cometeram, mas muita coisa ainda está por acontecer e a guerra está longe de acabar.

SINOPSE

Itália, 1944. Durante a II Guerra Mundial, uma esquadra de caçadores de minas da FEB (Força Expedicionária Brasileira) sofre um ataque de pânico.

Desesperados, com frio e fome, os pracinhas têm de optar por enfrentar a Corte Marcial ou encarar novamente o inimigo.

Os remanescentes do grupo rumam para outro ousado objetivo militar: desarmar o campo minado mais temido da Itália.

No caminho, encontram um Italiano arrependido que quer se tornar partisan e um oficial alemão cansado da guerra. Com ajuda do ex-inimigo, conseguem realizar uma missão considerada impossível.
ELENCO
Daniel de Oliveira, Francisco Gaspar, Ivo Canelas, Thogun Teixeira, Julio Andrade, Richard Sammel, Sergio Rubini

PRODUÇÃO
Isabel Martinez, Matias Mariani, Joana Mariani, Danielle Mazzocca, Leonel Vieira

DIREÇÃO
Vicente Ferraz

Onde Assistir

UCI Orient Shopping da Bahia (Salvador – BA)

Sexta e Sábado: SALA 11 – 18h20, 20h50, 23h10B

Domingo, Segunda, terça e quarta: SALA 11 – 18h20, 20h50

Compartilhe.

Sobre o Autor