A 5ª Onda: Crítica do Balaio Cultural

0

A primeira vez que passou o trailer A 5ª Onda imaginei que aquele seria o filme, suspense, ação, mistério, enfim um filme inteligente para o gênero adolescente, mas a realidade foi outra, tive a impressão de ver uma sequencia de filmes já existentes como Jogos Vorazes, Crepúsculo, Mazze or Runner.

Tudo bem que adaptação de livro para o cinema não é a mesma coisa, tem vários quesitos que precisam ser diferenciados até mesmo por questão estética não vamos entrar nessa discussão. A 5ª Onda é um longa baseado no livro homônimo do autor norte-americano Rick Yancey, lançado tanto nos Estados Unidos quanto no Brasil em 2013 que conta a história apenas na ótica de uma jovem que se depara diante do mundo apocalíptico e faz de tudo para proteger sua família.

[Spoiler] A história se refere a uma invasão alienígena que se passa nos dias atuais e quer exterminar o planeta Terra, por vários dias a nave aterrissa nos Estados Unidos (óbvio) observam e logo começam vários ataques aos terrestres.

A primeira onda é um pulso eletromagnético destruindo todo e qualquer tipo de tecnologia existente, semelhante ao seriado Revolutions (2012), depois os aliens causam um Tsunami, (com efeitos especiais de péssima qualidade), depois um vírus mortal (modificado) transmitido pelas aves, depois os invasores descem se passando por humanos e por fim a tal 5ª Onda que deveria surpreender a todos.

Tudo isso para contextualizar o primeiro filme da triologia apresentando Cassie Sullivan (Chloe Grace Moretz) como protagonista capaz de tudo para resgatar seu irmão mais novo dos invasores, após a morte de todos da sua família e se juntar a outros guerreiros para salvar o planeta. Essa apresentação de Cassie nas telas lembra o filme amanhecer violento (1984) onde jovens colegiais precisavam lutar como guerreiros para combaterem o inimigo vivendo entre eles.

Em um determinado momento Cassie se assemelha a Katniss Everdeen (Jogos Vorazes), que no mundo selvagem, onde todos lutam pela sobrevivência. Cassie se apaixona por um estranho no caminho de resgate ao irmão e vive uma intensa relação de paixão e insegurança com o charmoso desconhecido que resolve ajudá-la.

Como se não bastasse às cenas de romance de Cassie com o Evan Walker (Alex Roe), o autor ainda inclui o personagem Ben (Nick Robinson) ex-amor platônico de Cassie antes do apocalipse, formando assim um triângulo amoroso, sem propósito e apelativo. Talvez em busca do público de Crepúsculo e Jogos Vorazes tendo em vista que esse mercado está em alta no momento, faturando milhões de bilheteria.

O filme ainda tem o suspense para decifrar quem é humano e quem de fato é invasor sendo que eles se igualaram aos humanos para poder andar tranquilamente.

Até o momento A 5ª Onda ainda não mostrou seu real propósito, a impressão que temos que é apenas um nicho que está em alta no momento. Enfim, Cassie ainda tem mais duas adaptações para surpreender os telespectadores.

 

Compartilhe.

Sobre o Autor