5 motivos para assistir a série Stranger Things e amá-la

0

Sabe aquele final de semana que você precsar tirar para colocar suas séries em dias? E de repente encontra a série Stranger Things… Você ver o primeiro episódio e logo vai querer terminar no mesmo dia, Stranger tem cada cena bem ligada, não deixa espaço para desanimar e o melhor apenas 8 episódios, em apenas um final de semana você termina.

  • Tirando do fundo do baú

A série Stranger se passa nos anos 80 e tem elementos que vai deixar muita gente saudosista. Jogos de cards, RPG, conspiração militar, walkies-talkies.  A série faz referências a alguns filmes da época como: os goonies, ET, Super 8.

  • Elenco sensacional

O elenco é composto por crianças e adolescentes, todos bem interpretados desde ao aluno super inteligente em ciências até ao garoto super popular. Winona Ryder é a grande protagonista quando perde o filho e vive a personagem da mãe que está a beira da loucura acreditando que o filho está vivo e precisando de ajuda.

  • Trilha sonora perfeita

Quem imaginaria que uma série sobre os anos 80 teria uma trilha de base eletrônica, e não algo mais orquestrado, no estilo John Williams? “Stranger Things”, é claro, inclui clássicos da época, como The Clash, Echo and The Bunnyman e Joy Division, mas, da sequência de abertura às cenas mais sombrias, o que dá o tom misto de ficção científica e horror são as notas sintéticas compostas por Kyle Dixon e Michael Stein.

  • Não tem enrrolação nos episódios

Ao contrário das séries que tem vários episódios Stranger Things é compacta e direta Não há “fillers” (como são chamados os episódios feitos para preencher o buraco entre um evento e outro), fazendo todas as cenas extremamentes necessárias, quem assistir a série toda no mesmo dia terá a sensação de está vendo um filme.

  • Não iremos ficar ansiosos por episódios diários

Em tempos de Netflix, não existe mais ficar esperando e sofrendo com cada episódio, todos já estão disponíveis na Netflix. Stranger é uma série tão bem amarrada que se acaso não tiver a segunda temporada, já estamos satisfeitos com a primeira.

Compartilhe.

Sobre o Autor

Sou a garota publicitária, pisciniana, apaixonada pela vida, que tem um gosto dilacerado por seriados que é viciada em café quente. Sobre experiência de vida? Tenho várias... Na falta de amigos já conversei com o espelho, já quis ser astronauta, atriz, escritora, médica e advogada. Já roubei beijos e já confundi sentimentos. Peguei atalhos para chega mais cedo e me perdi no caminho. Já tentei esquecer algumas pessoas, mas descobri que essas são as mais difíceis de esquecer. Já chorei sentada atrás da porta do quarto, já fugi de casa pra sempre e voltei em poucos instantes, já fiquei sozinha na multidão. Já vi vários pôr-do-sol, mas sempre me deslumbro como se fosse o primeiro. Já senti medo do escuro, de fantasmas, das pessoas, já tremi de nervoso, já quase morri de amor, mas renasci novamente, já acordei no meio da noite e fiquei com medo de levantar. Já chorei por ver amigos partindo e fiquei feliz quando novos amigos chegaram. São tantos momentos guardados em álbuns de fotografia, quase que esquecidos no fundo da gaveta.